3 Razões para escolher o Serviço Certo

Escalar uma montanha muitas vezes leva meses ou anos de trabalho duro. Tanto para escalar, quanto para se preparar para isso. Criar um negócio, trabalhar com o marketing digital e criar um blog é muito parecido. Leva muitos anos de aprendizado, experiências e práticas que levam ao sucesso.

A maioria dos artigos que eu escrevo em meus blogs é voltada para profissionais de marketing e donos de negócios intermediários e avançados.

Mas isso não é justo.

De vez em quando eu recebo um email de um leitor (sim, eu leio todos eles), dizendo que ele amou o artigo que eu publiquei – Eu amo isso. Mas eles me dizem que grande parte dos conteúdos está além da sua compreensão.

Algumas vezes eu esqueço desses leitores que estão dando o primeiro passo na montanha do marketing.

Se você é um desses leitores: me desculpe. Mas hoje, felizmente eu vou escrever para você.

A pergunta mais comum que eu recebo de um iniciante é: “como fazer para criar um blog e conduzi-lo, para que eu possa começar a trabalhar com as minhas táticas de marketing?”

É uma excelente pergunta. Tanto que merece uma resposta.

Hoje, vou falar sobre o processo de criar um blog do zero. Eu dividi em passos claros e tentei fazer algo simples e possível de ser executado.

Pronto? Vamos lá…

Por que você não deveria contar com sites de terceiros

Todo mundo tem visto anúncios de sites que te permite “criar um blog apenas apertando um botão!”.

Essas são plataformas típicas para blogs.

Sites como:

  • Blogger
  • WordPress.com
  • Tumblr
  • TypePad
  • Wix
  • etc.

Muitos oferecem planos gratuitos e pagos.

image24

Eu entendo que esses sites são realmente tentadores para um dono de site que está começando agora, mas você realmente deveria evitá-los.

Se você está utilizando blog apenas como hobby – sem problemas – sinta-se à vontade para usar um deles.

Mas se você está tentando construir um negócio, pode ser que você venha a falhar.

Conclusão: não faça isso!

Eis algumas razões…

Razão nº 1 – Ele não economiza dinheiro: Eles te fazem uma oferta gratuita. Mas aí você descobre que você não pode fazer muita coisa com esse tipo de plano.

É claro, você pode configurar um blog básico, mas ele terá anúncios (que não te trazem nenhum benefício), um péssimo suporte e você ainda terá espaços muito limitados.

Aí você vai acabar se decidindo por fazer um upgrade para uma assinatura paga.

image03

Os planos não são caros demais, mas também não são baratos.

Comparado à hospedagem do seu próprio site, é até parecido – algumas vezes mais caro.

Razão nº 2 – É muito mais restrito: Isso é outra coisa que me mata. De primeira, você não irá customizar tanto o seu site – e eu entendo isso.

Mas você irá atrapalhar o seu crescimento se usar uma dessas plataformas. Em comparação com qualquer sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS – content management system) autônomo, você tem muitas opções limitadas em termos de design, funcionalidade acesso a arquivos e capacidade de personalização.

Razão nº 3 – Não é muito mais fácil: A última razão pela qual as pessoas são atraídas para essas plataformas, é porque elas prometem que são mais “fáceis”.

Na verdade, eu não acho que são.

Se você realmente sabe o que está fazendo, você pode configurar um site em WordPress em 5 minutos:

Cada vez que você faz isso, você irá aprender mais e ficar ainda melhor (e mais rápido).

Os CMSs que eu vou mostrar para vocês depois neste artigo são mais poderosos, customizáveis e simples de usar (em diferentes níveis) do que qualquer uma dessas plataformas de terceiros.

Fonte: Neil Patel

O Wall Street Journal o chama de influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing no mundo. A Entrepreneur Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes. Ele foi reconhecido como um dos 100 melhores empresários com menos de 30 anos pelo Presidente Obama e um dos 100 melhores abaixo dos 35 anos pelas Nações Unidas.

site: https://neilpatel.com/br/blog/

Categorias: Dono de Negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares
%d blogueiros gostam disto: