Como Criar um Blog Dica nº1: Hospedagem do Site

O primeiro componente de um site que você precisa considerar é a hospedagem.

Isso parece intimidador, mas não é.

Pense em seu site como uma coleção de arquivos. Quando ele é “hospedado” em seu computador (como todos os outros arquivos), só você pode abrí-lo.

Quando você hospeda esses arquivos em um servidor, qualquer pode conectar-se com ele através da Internet.

Empresas de hospedagem oferecem espaço em seus servidores, ou até mesmo seu próprio servidor dedicado, se você está disposto a pagar por ele.

Isso é tudo sobre esse assunto.

Você compra um pacote de um provedor de hospedagem e ele te permite fazer o upload dos seus arquivos (ou oferecem plugins para facilitar o processo). Ao conectar o seu domínio (esse é o segundo passo – não pule!), qualquer um pode ver seu site.

Existem algumas coisas que você deve procurar em uma empresa de hospedagem.

Fator de hospedagem nº 1 – Confiabilidade no tempo que o servidor fica no ar: Se a empresa não está operando como deveria, ninguém poderá acessar seu site. Isso é tão ruim quanto não ter um site.

Para a maioria dos sites pequenos e médios em 2015, isso não é mais um problema. No entanto, você deveria mesmo assim ter isso em mente.

Qualquer provedor que seja bom não terá problema em oferecer uma garantia com relação ao tempo que o site fica no ar (isso é chamado de uptime). Tipicamente você verá algo como “100 por centro de garantia de uptime”.

 

Isso não significa que seu site estará disponível 100% do tempo, mas felizmente será próximo disso. Se seu site cair, essas garantias geralmente significam que você será recompensado com créditos de hospedagem.

Como se espera, seu site não deveria cair com frequência. Se você suspeitar que está tendo algum problema, cadastre em uma ferramenta de acompanhamento como a uptime robot. Ela irá te dizer se você precisa encontrar um novo servidor de hospedagem.

Fator de hospedagem nº 2 – Serviço ao cliente: Algumas coisas podem dar errado.Fato. Se você é um iniciante no assunto de como criar um blog, você vai cometer alguns erros de vez em quando.

Geralmente essas coisas são fáceis de consertar, pelo menos são para um especialista.

Digamos que você faça algo ou que alguma coisa saia do controle e seu site caia. Quanto mais tempo estiver fora do ar, pior será para você.

Se o erro foi seu, seu site irá cair até que o problema seja corrigido. É aí que você precisa de um bom suporte. A maioria das equipes de suporte terão backups completos do seu site que eles poderão utilizar para restaurar se a coisa for de mal a pior.

Procure por um site que tenha detalhes sobre a equipe de suporte:

image15

Mesmo que você goste de usar o email, essa é a pior forma de suporte, já que cada segundo conta.

Você quer ter a possibilidade de entrar em contato com o suporte por telefone e/ou chat ao vivo. As duas opções são as melhores, mas pelo menos uma delas é necessária.

Fator de hospedagem nº 3 – A velocidade é o rei: Enquanto eu não me aprofundo nos detalhes por enquanto (eles não são importantes antes que seu site esteja configurado e funcionando), a velocidade do site é extremamente importante para o SEO.

Sites rápidos não somente têm melhor classificação, mas também ajudam a maximizar as conversões.

Hospedar é somente uma parte da equação, mas é muito importante. A diferença entre uma hospedagem ruim e uma boa pode ser mais de 50% no carregamento de uma página, o que é algo grande.

Então como você encontra um host (empresa de hospedagem) que seja rápido?

Isso é complicado, porque não existe uma única maneira de compará-los.

Você pode encontrar artigos que alegam ter comparativos de hospedagem, mas é difícil fazer isso e manter sempre as mesmas variáveis:

image25

Além disso, é preciso ter cuidado em quem confiar. A comissão para afiliados que indicam as empresas de hospedagem são geralmente de $50 ou mais, então alguns blogueiros dirão qualquer coisa para que você contrate algumas empresas. É por isso que muitos blogueiros promovem sites de hospedagem de forma agressiva, como o Bluehost e o HostGator.

A velocidade da hospedagem é algo que você nunca terá 100% de certeza até que você teste (ou receba recomendações confiáveis). Tendo dito isso, tenha em mente as melhores práticas:

  • Evite servidores compartilhados –Servidores compartilhados significa que você está compartilhando um servidor com vários outros sites (geralmente centenas ou milhares). É lento e se você ainda der o azar de compartilhar com sites spam, pode ser penalizado pelo Google. Tanto a hospedagem VPS – Virtual Private Server (algumas vezes compartilhado, mas de uma forma melhor) quanto a dedicada (melhor opção) são alternativas sólidas.
  • Você recebe por aquilo que pagou – Hospedagem é uma das maiores taxas para se começar um site novo. Se você tem um orçamento extremamente limitado e quer trabalhar com uma empresa mais barata, tudo bem, mas não espere nada surpreendente por algo de $5 por mês ou menos. Em geral, quanto mais você paga, mais rápida será a hospedagem.

Gaste um tempo em fóruns de hospedagem da web até que você encontre alguma que te deixe confortável.

Então compare os serviços e preços e escolha um plano que se encaixa em seu orçamento. Depois você pode ir para o passo 2.

Sobre Neil Patel

O Wall Street Journal o chama de influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing no mundo. A Entrepreneur Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes. Ele foi reconhecido como um dos 100 melhores empresários com menos de 30 anos pelo Presidente Obama e um dos 100 melhores abaixo dos 35 anos pelas Nações Unidas.

site: https://neilpatel.com/br/

Receba Desconto Promocional

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares
%d blogueiros gostam disto: